Skip to content Skip to footer

Quinta Nova Vinhas Centenárias

80.00

Nunca cedendo ao facilitismo de um banal granjeio, na vinha há sempre um olhar especial sobre uma pequena e antiga parcela de Tinta Roriz (1,46ha), localizada junto à capela do Rio Douro, a 100m de altitude e com exposição solar a nascente-poente. A Tinta Roriz demonstra bem o desafio vitivinícola e a persistência humana em preservar um Douro antigo e autêntico. Desde uma floração nervosa, passando pela sensibilidade extrema aos fatores biológicos, até à maturação fenólica, nem sempre homogénea, esta casta deixa toda a equipa com “borboletas no estômago”. A austeridade da casta nota-se bem em boca, mas ao mesmo tempo, somos seduzidos por uma sofisticação algo contemporânea que, aliada a vinhas velhas centenárias origina um lote que é uma referência no Douro português: um vinho pleno de mineralidade, frutos azuis, rico em notas especiadas, com uma estrutura bem firme e uma boca bem estreita. A elevada concentração, densidade e profundidade expressa bem a sua origem. Este vinho, nasceu na vindima de 2008 e é a verdadeira referência de Tinta Roriz do Douro.

Category Product ID: 25318

Descrição

Castas

Tinta Roriz (75%) e vinhas centenárias (25%)

Conceito

Foi na Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo que decorreu o primeiro estudo para a plantação monovarietal na região do Douro. Entre 1979 e 1981 em conjunto com o Ministério da Agricultura Português, através do Centro de Estudos Vitivinícolas do Douro, escolheram se na Quinta Nova as melhores exposições solares para o estudo de plantação de três castas: Tinta Roriz, Touriga Nacional e Touriga Franca.

A Parcela 28 plantada com a casta Tinta Roriz, composta por 2650 pés e um declive de 25% localiza-se a uma altitude entre os 205 e os 210 metros. Esta casta demonstra bem o desafio vitivinícola e a persistência humana em preservar um Douro antigo e autêntico. A austeridade da casta é notória em boca, mas ao mesmo tempo, somos seduzidos
por uma sofisticação algo contemporânea que, aliada à vinha centenária (Parcela 21) origina,  um lote que revela uma Referência no Douro português um vinho pleno de mineralidade, frutos azuis, rico em notas especiadas com uma estrutura firme e uma boca bem estreita. A elevada concentração, a densidade e a profundidade expressam bem a sua origem.

Modo de Produção

Integrada

Vindima

Manual

Rendimento Médio

3.000 Kg/Ha

Notas adicionais da enologia

Sem colagem
100% desengaçado

Estágio

12 meses em carvalho francês novo

Álcool

14,5% Vol

Engarrafamento

Maio de 2021

Produção

3.500 garrafas

Vindima de 2019

De 6 de setembro a 10 de outubro

A Vindima 2019, devido às temperaturas moderadas que se fizeram sentir durante o desenvolvimento do ciclo vegetativo e durante o verão, decorreu dentro da normalidade, sendo o seu início mais tardio, quando comparado com os últimos 5 anos. Durante o período de crescimento vegetativo da planta, o clima foi bastante instável obrigando-nos a uma redobrada atenção sobre as doenças e pragas. Ainda que não tendo a mesma pressão de doença verificada em 2018, não foi um ano fácil, levando-nos a contínuas intervenções preventivas.

A disponibilidade de água no solo foi extremamente importante durante o período de crescimento máximo da planta. A fase final de maturação durante o mês de setembro foi mais prolongada no tempo, levando a uma acuidade extrema sobre o ponto ótimo de colheita da uva.

 

Informação adicional

Tipo

Vinho Tinto

Ano

2019

Região

Douro

Castas

Tinta Roriz, Vinhas Centenárias

Produtores

Quinta Nova