Skip to content Skip to footer

Herdade Aldeia De Cima Reserva Branco

15.90

O cante alentejano é a expressão de um povo. A declaração de Património Imaterial da Humanidade UNESCO reflete o sentimento de amor à terra, de resiliência face à dureza da vida. Na sua origem surgia nos momentos de trabalho no campo em que transmitia a pureza do estado de espírito da altura.

É um cântico à terra, às planícies, aos animais. É um retrato, é o sentir do Alentejo. Ao ouvir as letras, quase é possível sentirmos o calor abrasador, os cheiros das espécies silvestres e a elegante brisa do campo. Quase conseguimos ouvir os sons de uma longa e genuína noite de Verão. De uma vindima que demora tanto a aparecer.

Falemos da paisagem escarpada da Serra do Mendro que separa o Alto e o Baixo Alentejo. Este fenómeno geológico que aflora no sentido leste-oeste no concelho da Vidigueira, forma um corredor natural para os ventos do Atlântico. Foi aqui, olhando para o azul claro do céu, que nós criamos os nossos vinhos.

O Reserva Branco combina o terroir desta terra, influenciado pelo clima mais fresco e pela diversidade de solos esqueléticos, e produz um vinho de equilíbrio, aromas fragantes de estrutura linear, alta densidade e uma cativante mineralidade.

Category Product ID: 25333

Descrição

Castas

45% Antão Vaz; 45% Arinto e 10% Alvarinho

Conceito

O cante alentejano é a expressão de um povo. A declaração de Património Imaterial da Humanidade UNESCO reflete o sentimento de amor à terra, de resiliência face à dureza da vida. Na sua origem surgia nos momentos de trabalho no campo em que transmitia a pureza do estado de espírito da altura.

É um cântico à terra, às planícies, aos animais. É um retrato, é o sentir do Alentejo. Ao ouvir as letras, quase é possível sentirmos o calor abrasador, os cheiros das espécies silvestres e a elegante brisa do campo. Quase conseguimos ouvir os sons de uma longa e genuína noite de Verão. De uma vindima que demora tanto a aparecer.

Falemos da paisagem escarpada da Serra do Mendro que separa o Alto e o Baixo Alentejo. Este fenómeno geológico que aflora no sentido leste-oeste no concelho da Vidigueira, forma um corredor natural para os ventos do Atlântico. Foi aqui, olhando para o azul claro do céu, que nós criamos os nossos vinhos.

O Reserva Branco combina o terroir desta terra, influenciado pelo clima mais fresco e pela diversidade de solos esqueléticos, e produz um vinho de equilíbrio, aromas fragantes de estrutura linear, alta densidade e uma cativante mineralidade.

Modo de Produção

Integrada

Vindima

Manual

Produção

40hl/ha

Fermentação e Estágio

6 meses em barrica de carvalho francês de 500 litros de segundo ano e cubas cimento

Álcool

 

13,5% Vol

Acidez

5,5g/l

Engarrafamento

Junho de 2020

Produção

9328 75cl gfs e 199 1,5l gfs

Vindima De 2019

De 26 agosto a 27 setembro

O ano vitícola foi atípico do ponto de vista climatérico, não pelo inverno de baixa pluviosidade – reduzindo focos de potenciais doenças – mas sobretudo, pelas grandes variações das temperaturas médias, o que potenciou um ligeiro avanço no ciclo vegetativo.
Este avanço foi-se esbatendo com as chuvas da Primavera e a evolução registada foi bastante favorável à qualidade fitossanitária das uvas. Amplitudes térmicas acentuadas permitiram maturações equilibradas e excelentes níveis de acidez. Decorrendo de forma regular, com mostos de elevada qualidade, resultaram em vinhos profundos, de notável exuberância aromática, densos e de elevada elegância.
.

Informação adicional

Tipo

Vinho Branco

Ano

2019

Região

Alentejo

Castas

Alvarinho, Antão Vaz, Arinto

Produtores

Herdade Aldeia de Cima